Capa

Rally da Graciosa está confirmado para novembro

Rally da Graciosa encerrará a temporada do Brasileiro de Velocidade 2019
(Edson Castro/Prime Comunicação)

Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade segue para o Paraná
(Edson Castro/Prime Comunicação)

A dupla Luiz Poli e Damon Alencar está na briga pelo título da categoria RC5
(Edson Castro/Prime Comunicação)

Nos dias 01 e 02 de novembro, um dos ralis mais tradicionais do país encerrará a temporada 2019 do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade

09.10.2019  |  316 visualizações

A quinta e última etapa do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade visitará um dos principais pontos turísticos do Paraná: a famosa Estrada da Graciosa. Tradicional no calendário de eventos off-road do país, o Rally da Graciosa alcança a 33ª edição e tem organização do Rally & Pista Motor Clube. A competição será realizada nos dias 01 e 02 de novembro, com parque de apoio montado na Rua Nilo Fávaro, 176, no centro da cidade de Quatro Barras (PR). 

E não há melhor palco para registrar a adrenalina de uma decisão de campeonato. A Estrada da Graciosa é um dos antigos percursos dos tropeiros, cuja construção foi feita no século 19, em meio a mata atlântica. “Trata-se de um dos maiores orgulhos dos paranaenses e um dos símbolos do estado. A Graciosa foi declarada pela UNESCO, em 1993, como área de Reserva da Biosfera por conta das abundantes fauna e flora locais”, disse o diretor da BWT Operadora e Serra Verde Express, Adonai Aires de Arruda Filho. “A paisagem exuberante enche os olhos dos turistas que vem de diferentes lugares do mundo para conhecer o local”, completou. A BWT Operadora disponibiliza produtos para destinos turísticos em todo o mundo, e Serra Verde Express é a responsável pela operação do trem turístico com passeios na região. 

Quem vai correr em casa é o piloto Luiz Poli, de Curitiba (PR), que está na briga pelo título da categoria RC5, a bordo de um Peugeot 206. “É uma emoção muito grande poder acelerar na Graciosa e, melhor ainda, sob a nossa condição atual, pois ocupamos a segunda posição da categoria, com apenas três pontos de diferença para os líderes. Temos chances reais de conquistar esse título e vamos acelerar conscientes, com foco neste objetivo. Tenho certeza de que todos os participantes não economizarão no espetáculo da velocidade, salientou Poli, que compete ao lado do navegador Damon Alencar, de Campinas (SP). 

De acordo com a organização do Rally da Graciosa, a disputa terá 321,80 quilômetros, com 132,80 de trechos especiais, sendo: SS – Rio do Meio, SS Campininha e SS Dom Pedro. A prova será toda em asfalto e paralelepípedo, passando apenas pela Graciosa Velha (Rodovia D. Pedro II). As inscrições estão abertas no site www.rallydagraciosa.com.br para as categorias RC2, RC3, RC4 e RC5. A largada do primeiro carro será no sábado (02), às 07h.

 

A dupla Luiz Poli e Damon Alencar é patrocinada por BWT Operadora de Turismo, Serra Verde Express, Kärcher Brasil, Adesipar, Sanetran, Tireshop e Yokohama Pneus, OMP Racing Brasil, LMV Fisioterapia e Acupuntura, Engine Studio, Skivo Equipamentos e Eurocycle Bike Shop. Apoio de Afece

Leia também...

25.06.2020

PRONAMPE: linha de crédito do governo federal já está valendo

Serão beneficiadas as micro e pequenas empresas constituídas antes do dia 31 de dezembro de 2019. A taxa de juros deste empréstimo é de 1,25% ao ano mais Selic

27.05.2020

Brasileiros encaram a crise do Covid-19 e se adaptam a um novo estilo de vida

A expectativa é que no pós-pandemia as pessoas estejam alinhadas à um novo estilo de vida. Brasileiros deverão ter uma relação mais consciente e responsável diante das finanças, consumo, trabalho e relacionamentos

16.04.2020

Cresce o número de violência contra a mulher durante a quarentena

ONU está preocupada com as consequências do isolamento social que elevou drasticamente o número de abusos ou má conduta contra mulheres em todo o mundo. No Brasil, aumento de denúncias foi de 9%

14.04.2020

Dicas para controlar as finanças da empresa em tempos de quarentena

Empresas precisam aplicar um plano emergencial no controle de finanças durante a pandemia do coronavírus (Covid 19). No curto prazo, efeito cascata afetará a todos os negócios; mas existem concessões e ferramentas para minimizar os impactos

Entre em contato